Segunda Edição do Prêmio - 2006

A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior reuniu, na noite do dia 5 de dezembro de 2006, mantenedores, dirigentes, professores, autoridades do Ministério da Educação e do Congresso Nacional para a entrega do Prêmio Milton Santos de Educação Superior.

01
Nelson Savioli, representando José Roberto Marinho, Antônio Carbonari Netto e Átila Freitas Lira
Na sua segunda edição, o Prêmio foi entregue às seguintes personalidades:

  •     Antonio Carbonari Netto, reitor do Centro Universitário Anhangüera, na categoria “gestão de instituição de ensino superior”;
  •     Átila Freitas Lira, deputado federal pelo PSDB do Piauí, na categoria “desempenho político”;
  •     José Roberto Marinho, presidente da Fundação Roberto Marinho, na categoria “gestão empresarial”, representado na cerimônia por Nelson Savioli, superintendente executivo da Fundação.

 

OS PREMIADOS


20Antônio Carbonari Netto

Antonio Carbonari Netto graduou-se em Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. É mestre em Administração Educacional pela Wisconsin International University e mestre em Educação, Administração e Comunicação pela
Universidade São Marcos.

Iniciou sua carreira de professor universitário em Itatiba, SP, na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras e na Faculdade de Engenharia Industrial e Civil, hoje unidades da Universidade São Francisco. Nesta instituição ocupou os cargos de secretário geral e pró-reitor acadêmico. Em 1990, foi designado Conselheiro do Conselho Estadual de Educação de São Paulo de onde, após três anos, saiu para assumir o cargo de vice-prefeito municipal de Itatiba.

Recebeu inúmeros títulos dentre os quais se destacam: Educador Emérito da Universidade São Francisco e Doutor Honoris Causa pela Universidade Potiguar,
Natal, RN.

É autor de oito livros didáticos na área da Matemática e de inúmeros artigos sobre Matemática, Administração e Gestão Acadêmica.

Ocupa atualmente os cargos de: reitor do Centro Universitário Anhangüera; diretor do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Instituições de Ensino Superior no Estado de São Paulo (Semesp); vice-presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES); vice-presidente da Fundação Nacional de Desenvolvimento do Ensino Superior Particular (Funadesp) e vice-presidente da Associação Brasileira das Mantenedoras das Faculdades Isoladas e Integradas (Abrafi).


21Átila Freitas Lira

Átila Freitas Lira diplomou-se em Economia e Administração de Empresas na Universidade Federal de Minas Gerais e pós-graduou- se em Administração Pública
pela Fundação Getúlio Vargas.

Homem de sensibilidade, irrequieto, comprometido com as causas sociais e realizador, Átila Lira tem prestado relevantes serviços ao desenvolvimento do seu Estado e ao Brasil.

Na história político-profissional de Átila Lira, a educação em todos os níveis surge como uma bandeira de luta, tornando-o conhecido no meio acadêmico pelo desempenho ético e competente. Átila recebeu várias honrarias dentre as quais o Prêmio Nacional do MEC de Educação “Esforço dos Estados no Desenvolvimento da Educação Básica”, em 1994.

Como Deputado Federal, reeleito em 2006 para o quinto mandato, mantém a mesma postura aguerrida que tem marcado sua atuação em diversas comissões.

Atualmente faz parte da Comissão de Educação, da Comissão de Direitos Humanos e Minorias e da Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Reforma da Educação Superior (PL 7.200/2006).


22José Roberto Marinho

José Roberto Marinho graduou-se em História na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e Geografia na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Começou a sua vida profissional em 1972, como repórter do Jornal O Globo. Em 1981, passou à função de editorassistente. Em maio de 1983, foi designado para o cargo de subchefe da Redação, no qual permaneceu até maio de 1984. Neste ano, deixou o jornal para ocupar o cargo de Diretor de Programação de FM do Sistema Globo de Rádio, onde mais tarde ocupou os cargos de Diretor-Geral e Vice-Presidente.

Durante seis anos (1992 a 1998), dedicou-se ao Instituto Acqua, entidade voltada para a preservação dos recursos hídricos.

Atualmente, é Vice-Presidente de Responsabilidade Social das Organizações Globo e Presidente da Fundação Roberto Marinho, onde lidera uma equipe de educadores e de outros profissionais responsáveis, por importantes projetos na área da educação tais como: Telecurso 2000, Tecendo o Saber; Multicurso Matemática e TV Futura, canal de televisão, 24 horas no ar, que reúne conteúdo educativo  e cultural em forma de entretenimento.