Quinta Edição do Prêmio - 2012

Administração de Instituições de Ensino Superior
JOUBERTO UCHÔA DE MENDONÇA

joubertoMiltonSantos

Jouberto Uchôa de Mendonça nasceu em Aracaju no dia 17 de setembro de 1936. Foi tecelão, balconista, auxiliar de laboratório e auxiliar de fiscal de cinema. Iniciou as atividades ligadas à educação em 1954, no antigo Ginásio Pio X, atuando como vigia, servente, inspetor de alunos, professor de matemática, secretário e diretor. Fez o curso comercial básico na Escola Técnica de Comércio Tobias Barreto e o curso de Contabilidade na Escola Técnica de Sergipe. É bacharel em Ciências Jurídicas e pós-graduado em Administração de Unidades de Ensino. Hoje é reitor da Universidade Tiradentes (Unit), localizada em Aracaju, uma das maiores e mais conceituadas do Nordeste, e integra o conselho da Sociedade de Educação Tiradentes (SET), mantenedora da Unit, da Faculdade Integrada Tiradentes (Fits) em Maceió e da Faculdade Integrada de Pernambuco (Facipe) em Recife. Entre outras homenagens, recebeu: Medalha da Ordem do Mérito Pontes de Miranda, mais alta comenda do TRF da 5ª Região; Diploma do Mérito na Educação, homenagem feita pelo Conselho Estadual de Educação de Sergipe; Medalha do Mérito da Justiça Criminal (Tribunal de Alçada Criminal, Rio de Janeiro); Medalha do Mérito do Trabalho (TRT 20ª Região, Aracaju); Medalha do Mérito Alvorada (Diários Associados); Medalha 25 anos do Conselho Estadual de Educação; Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar - Assembleia Legislativa de Sergipe; Comenda do Mérito Aperipê; Comenda de Mérito Serigy no grau de comendador; título de Cidadão Honorário de Maceió, concedido pela Câmara Municipal de Vereadores da capital Alagoana; título de cidadão Carirense outorgado pela câmara Municipal da Cidade de Carira e Cidadão Monte Alegrense outorgado pela Câmara Municipal da Cidade de Monte Alegre e título de Cidadão Propriaense, outorgado pela Câmara Municipal da cidade de Propriá, por seus relevantes serviços prestados aos municípios do baixo São Francisco sergipano; Membro da Academia Sergipana de Letras, ocupando a cadeira de nº 23.

 

Desempenho na Área Política
CRISTOVAM BUARQUE

cristovamMiltonSantos

Cristovam Ricardo Cavalcanti Buarque nasceu em fevereiro de 1944 em Recife/PE. Quando estudante, trabalhava ministrando aulas particulares de física e matemática, especialidade que o fez optar pelo curso de Engenharia Mecânica. Foi a primeira pessoa de sua família a ingressar em uma universidade. De 1970, quando foi para Paris, a 1979, quando voltou ao Brasil, concluiu o doutorado na Sorbonne e trabalhou seis anos no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Em 1979, voltou ao Brasil para dar aulas no Departamento de Economia da Universidade de Brasília. Na UnB, acabou protagonizando evento histórico ao ser o primeiro reitor eleito da instituição. Foi na UnB, em 1986, que projetou as linhas gerais da Bolsa-Escola. Saiu de lá diretamente para o governo do Distrito Federal. Seu governo (1995-1998) foi bem avaliado por 80% da população. Fora do governo, a partir de 1999, criou a organização não-governamental Missão Criança, que manteve viva a Bolsa-Escola. Graças à Missão Criança e à pregação incansável de Cristovam, a Bolsa-Escola foi adotada em países da América Latina e da África. Graças a ele, também, uma proposta ousada começou a ser encarada seriamente nos fóruns econômicos mundiais: a da troca de parte da dívida externa dos países do Terceiro Mundo por investimentos em educação. Em busca de apoios para isso, cruzou o mundo todo, de Wall Street ao Vaticano. Em 2003, foi nomeado ministro da Educação do governo Lula. Como ministro, alfabetizou mais de 3 milhões de pessoas em um ano. Atualmente no Senado Federal, é chamado por seus pares como SENADOR DA EDUCAÇÃO, tendo em vista sua defesa intransigente da educação como o caminho para o desenvolvimento e a justiça social. No Casa, Cristovam já presidiu a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência, Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa e Comissão de Educação, Cultura e Esportes.

 

Gestão Empresarial
JOSÉ JANGUIÊ BEZERRA DINIZ

jangMilton

José Janguiê Diniz nasceu no distrito de Santana dos Garrotes na Paraíba. Aos seis anos, sua família deixou o Sertão paraibano e seguiu para o município de Naviraí, no Mato Grosso do Sul. Aos 8 anos, montou seu primeiro “empreendimento”: uma caixa de engraxate. Pouco depois, trocou a graxa nos sapatos, pela venda de laranjas. Até que seus pais decidiram mais uma vez mudar de região. Seguiram para Pimenta Bueno, em Rondônia. Mesmo com tantas mudanças, os pais sempre o incentivaram a estudar. Aos 14 anos, se deparou com uma encruzilhada: não havia 2º grau em Pimenta Bueno e para continuar estudando, seguiu para o Recife, onde procuraria um tio que nunca conhecera, mas que logo se tornaria um segundo pai para Janguiê. Ganhou um emprego como datilógrafo e um lugar para dormir numa gráfica em um dos antigos casarões no centro do Recife. Trabalhava de dia e estudava a noite. Prestou vestibular para Direito em 1983 e foi aprovado na UFPE. A experiência no escritório do tio fez com que, ainda no 4º ano do curso, já tivesse montado uma empresa de cobranças com 30 funcionários. Em 1992, tornou-se juiz togado do trabalho. Nesta época, já havia se formado em Letras na Unicap e ensinava na Faculdade de Direito de Olinda. Em 1993, passou no concurso público para Procurador do Trabalho do Ministério Público da União e no de professor efetivo da Faculdade de Direito do Recife – UFPE. Em 1994 fundou o Bureau Jurídico, curso preparatório para concursos públicos. No mesmo ano, começou a investir na realização de congressos nacionais e internacionais na área jurídica. Em 1998, fundou o BJ Colégio e Curso, que atualmente oferece turmas da Educação Infantil ao Pré-Vestibular. Em 2003, constituiu, no Recife, a Faculdade Maurício de Nassau acompanhada por uma nova marca, o Grupo Ser Educacional. Em 2007, é fundada a Faculdade Joaquim Nabuco, também integrante do Grupo, com unidades em Paulista e no Recife. Nos anos seguintes, a Maurício de Nassau se expandiu para os estados da Paraíba, Bahia, Rio Grande do Norte, Alagoas, Ceará, Sergipe e Pará. Agora se prepara para abrir unidades em São Luis no Maranhão e em Manaus, no estado do Amazonas. O processo de expansão é acompanhado pelo Grupo Ser Educacional, que reúne todas as instituições.

 

Personalidade destaque na sociedade civil
CARLOS AUGUSTO AYRES BRITTO

airesMilton

Carlos Augusto Ayres de Freitas Britto nasceu em 18 de novembro de 1942, na cidade de Propriá/SE. Ingressou na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Sergipe em 1962, obtendo o diploma de Bacharel em 1966. A partir de 1967, passou a militar na advocacia. Em Sergipe exerceu os cargos de Consultor-Geral do Estado; de Procurador- Geral de Justiça; de Procurador do Tribunal de Contas e de Chefe do Departamento Jurídico do Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado - CONDESE. Foi nomeado Ministro do Supremo Tribunal Federal pelo Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003. Foi eleito pelos seus pares para exercer a Presidência do STF para o biênio de 2012-2014. Foi professor da Faculdade Tiradentes, em Aracaju; da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Sergipe – UFS e da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP. No âmbito de pós-graduação, foi professor da UFS; Universidade Federal do Ceará; Universidade Federal de Santa Catarina; Universidade de Salvador- UNIFACS; da Escola Superior de Magistratura do Estado de Sergipe; da Escola Superior de Advocacia de Sergipe e da Fundação de Estudos Superiores do Ministério Público de Mato Grosso. Integrou o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB, de 1993 a 1994, sendo membro da Comissão de Constituição e Justiça do órgão nos períodos de 1995 a 1996 e de 1998 a 1999. Presidiu o Instituto Sergipano de Estudos da Constituição - ISEC, sendo Vice-Presidente da Associação Brasileira de Constitucionalistas Democratas - ABDC e do Instituto Brasileiro de Direito Administrativo – IBDA. Participou, como sócio fundador, do Instituto de Defesa das Instituições Democráticas - IDID, do Instituto Brasileiro de Direito Constitucional - IBDC, do Instituto Sergipano de Estudos da Constituição - ISEC e do Instituto Sergipano de Direito Administrativo - ISDA. É sócio, também, do Instituto Brasileiro de Direito Municipal - IBDM. Realizou conferências e palestras sobre matéria jurídica no país e no exterior. É membro da Academia Sergipana de Letras. Tomou posse na Academia Brasileira de Letras Jurídicas, no Rio de Janeiro, em 2007.